Baratas

1200

Baratas


Este artrópode da classe Insecta do gênero Blattodea  está neste mundo há 300 milhões de anos. As baratas conseguiram sobreviver aos cataclismos que extinguiram dinossauros e foram vistas depois das explosões atômicas de Hiroshima e Nagasaki. Estes animais são onívoros e  possuem hábitos noturnos. Hoje,  são considerados um grande problema de saúde pública, porque  transmitem mais de 22 tipos de bactérias, sendo um dos principais carreadores de vetores de infecção hospitalar,  e infestam hotéis, condomínios, transportes públicos, residências e supermercados,  gerando  prejuízos à saúde das pessoas  e à imagem dos estabelecimentos.

Existem 2 (duas) espécies de baratas que se destacam como pragas:

  1. Blattella germânica, também conhecida como francesinha, é a barata de mais difícil controle. Ela carrega seus ovos até o momento da eclosão e tem um alto poder de reprodução, podendo, em condições propícias, deixar até 22.000 descendentes em 1 (um) ano. Como o seu controle é muito difícil, um serviço mal realizado poderá gerar problemas seríssimos, inclusive de resistência.
  2. Periplaneta americana – conhecida como barata de esgoto. Ela pode voar e apresenta  um voo irregular, sem direção. Com seu porte maior, provoca asco nas pessoas, algumas chegam a sentir pânico. Este inseto chega a ter 800 descendentes em 1 (um) ano; consiste  no principal alimento do escorpião; além de transmitir doenças,  é uma das grandes causadoras de alergia em crianças.

Ao identificar baratas em sua residência ou empresa, entre em contato conosco e marque um serviço, pois utilizamos técnicas avançadas e executamos um trabalho com baratas de difícil controle que é reconhecido por nossos clientes.

Pular para a barra de ferramentas